Semana do consumidor

Semana do consumidor

A Semana do Consumidor, Dia do Consumidor, Mês do Consumidor, Semana de Descontos e outros termos que possam surgir nos próximos dias é uma grande oportunidade para comprar aquele seu celular, perfume, roupa, notebook, itens de decoração, itens de beleza, carro, moto, casa, móveis planejados, eletrodomésticos, eletrônicos, tapetes e qualquer outro produto.

Mas você sabe realmente o que está fazendo? Por isto hoje nós vamos dedicar este artigo para falar um pouco mais sobre a Semana do Consumidor, explicando como ela surgiu, quais os dias em que ela acontece, o seu significado, dar dicas de como realizar suas compras, como não cair em golpes através de consultas no Procon e Reclame aqui, entre outros assuntos importantes sobre o nicho.

E também preparamos uma lista com os sites mais buscados para compras na Semana do Consumidor, além de comparadores de preços, onde é possível verificar se realmente a promoção de tais lojas são verdadeiras, ou se os descontos são falsos. Conheça o evento e saiba como fazer suas compras na Semana do Consumidor.

dia semana mes do consumidor

O que é a semana do consumidor e quando ela acontece?

Para aqueles que acham que o Dia do Consumidor é algo novo, saiba que esta data foi criada a mais de 50 anos, mais precisamente no ano de 1962. Seu idealizador foi o então presidente dos Estados Unidos John Kennedy, que formulou esta data com a intenção de proteger os direitos dos consumidores americanos.

A data escolhida para o evento foi dia 15 de março, e o seu objetivo sempre foi lembrar os direitos para as pessoas e também os compromissos dos responsáveis por fornecer tais serviços. Mas o Dia Mundial dos Direitos do Consumidor só foi reconhecido pela ONU, em 1985, 23 anos após o decreto de Kennedy. Hoje ela é comemorada em diversos países.

Mas o termo Semana do Consumidor é algo mais recente. O mês de março é um pouco mais fraco nas vendas em diversas áreas do comércio e as grandes empresas precisavam de algo para aumentar este movimento. Foi então que surgiu a ideia, principalmente no comércio eletrônico, de criar uma semana de promoções das quais abrangem o dia 15 de março, reconhecido mundialmente como o Dia do Consumidor.

No Brasil, este período vem ganhando muita força nos últimos anos e já podemos considerar como o segundo maior evento de vendas no varejo, principalmente através dos E-commerce, logo atrás da outra tão conhecida liquidação americana, chamada de Black Friday. O Black Friday já é um sucesso no Brasil e nos próximos anos acreditamos que  a Semana do Consumidor será equivalente e aguardada tanto por consumidores, quanto pelos lojistas.

Lista dos melhores sites para comprar na semana do consumidor

Lembrando que nenhuma loja ou comparador está patrocinando o Como Fazer Fácil. Só estamos divulgando aqueles que são mais acessados e utilizados pelos usuários.

“Se alguém quiser patrocinar ou reconhecer nosso trabalho, estamos aí :)”

Lojas com um bom rank no eShop.

semana consumidor americanas

dia do consumidor walmart

semana consumidor extra

Lista com comparadores de preços online

Conhece mais algumas lojas para realizar suas compras na Semana do Consumidor? Deixe seus comentários.

Dicas para comprar na semana do consumidor

É sempre importante levar alguns pontos em consideração antes de comprar na Semana do Consumidor, e nós do www.comofazerfacil.com.br gostaríamos de apresentar algumas das principais dicas antes de você finalizar a sua compra.

  • Verifique se a empresa é confiável.

Logo abaixo estaremos divulgando os links do Procon e do Reclame Aqui, onde será possível você verificar se a empresa em que está comprando é ou não confiável para finalizar a compra. As vezes o produto está muito mais barato do que em outros locais, mas quando a “esmola é demais, até o santo desconfia”. Não se esqueça de que empresas como a Americanas.com, vendem produtos de terceiros, recomendamos que você faça uma avaliação da loja que fornece o produto em que está adquirindo nestes casos.

lojas semana consumidor

  • Cuidado com as fraudes.

Existem dois tipos mais comuns de fraudes. Páginas que se passam por outras, contam com o mesmo layout, mesmas cores e tudo parece muito perfeito, exceto a URL, a verificação HTTPS (cadeadinho verde). Nestes casos você insere seus dados, e os mesmos são utilizados para outras finalidades. Evite acessar sites através de links enviados sem nexo algum pelo WhatsApp, SMS, Facebook e sites suspeitos.

Já o outro tipo de fraude é através dos preços praticados pelas empresas. Semanas ou dias antes da promoção, as empresas aumentam os valores e durante a Semana do Consumidor, abaixam seus preços para o “original” e falam que estão dando 90% de desconto. Sempre acompanhe a evolução dos valores com uma certa antecedência, assim você saberá o que é promoção e o que é fraude.

  • Sempre compare preços.

Sabe aquela frase “nunca compre no primeiro lugar”, ela se enquadra muito bem nesta dica. Evite comprar na primeira opção, a não ser que você já tenha uma noção de valores e ela realmente esteja bem abaixo do habitual. Em outros casos sempre faça um comparativo tanto em lojas físicas como online. Verifique também a possibilidade de um desconto no pagamento a vista e quais lojas oferecem as melhores condições. As vezes em uma o preço está menor, mas não existe a mesma conversa que em outras, onde pode-se chegar a um valor e condições de pagamento melhor.

  • Tudo pela metade do dobro.

Como já citamos acima é sempre importante acompanhar a evolução dos preços dias antes da Semana do Consumidor, para não cair no famoso “Tudo pela metade do dobro…”. Muitos preços praticados durante estas promoções são alterados dias antes para parecer que o desconto é maior. Fique atento.

  • Programe com antecedência as suas compras.

Quando chegar o período de compras como a Semana do Consumidor e o Black Friday, por exemplo, já esteja com todas as suas compras programadas. Ou seja, já tenha em mente quais os produtos pretende adquirir, quais os valores que são praticados em períodos “normais”, quais as lojas que existe o produto que deseja, quanto pretende gastar, o que realmente está precisando, em até quantas vezes poderá pagar a sua compra, etc. Programe também o seu dinheiro, afinal boa parte destas ofertas quando são pagas a vista, contam com ao menos 10% de desconto a mais.

  • Quando possível compre no primeiro dia da promoção.

Quem chega primeiro leva. Com toda a sua compra já pré programada, sabendo os valores que é cobrado normalmente e outras dicas, se for possível compre já no primeiro dia da promoção, pois normalmente os estoques são limitados e se o produto estiver muito barato, a tendência é que ele se esgote já nas primeiras horas da Semana do Consumidor.

  • Faça o seu cadastro com antecedência.

Nestes períodos de grandes promoções, os sites ficam congestionados e é quase impossível realizar um cadastro com a mesma rapidez de um dia normal, sem contar que você perde muito tempo fazendo um cadastro e a dica que citamos logo acima dessa pode ser desperdiçada. Então faça o seu cadastro na loja que vende o produto que você está “namorando” a dias, antes de chegar neste período. Chegando o dia a preocupação é só logar com nenhum problema e fazer a compra.

  • Não gaste mais do que tem.

Quando estamos comprando existe um grande perigo chamado EMPOLGAÇÃO, onde acabamos gastando mais do que temos e isto pode ser um problema futuramente. Na hora da compra é tudo alegria, mas e depois na hora de pagar? Portanto estipule um limite para os seus gastos, mesmo que seja parcelado. Não comprometa mais do que 30% do seu orçamento, pois você poderá se enrolar, cair na bola de neve dos juros e ai a coisa vai por água abaixo. Por mais que o desconto seja imperdível, faça uma auto avaliação se realmente será necessário comprar aquilo naquele momento.

  • Espere pela troca de estação ou novas coleções.

A Semana do Consumidor é uma boa oportunidade para você realizar as suas compras, principalmente por fazer parte de um período de troca de estação, (do verão para o outono) onde é possível comprar diversas ofertas de roupas e calçados. Se você não é do tipo que gosta de sempre andar na moda ou ter todas as novidades, assim como a compra de itens da estação anterior nas queimas de estoque, é possível economizar bem com as novas coleções. Lojas físicas e online realizam um belo de um saldão para eliminar o estoque antigo e é nessa que você entra.

Mas muito cuidado com a garantia!

Dicas do Procon e consultas no Reclame Aqui

O Procon é o órgão que defende os direitos dos consumidores. Aqueles que encontram problemas em suas compras, devem segundo o Procon, procurar uma solução amigável com a empresa, mas sempre guardando provas que podem ser utilizadas em um futuro processo judicial. Caso a solução amigável não resolva o seu problema, é aconselhado buscar o Procon de sua cidade. Assim ele irão tentar resolver o seu problema. Caso nem assim seja possível, então chegou a hora de usar suas provas e procurar seus direitos na justiça.

Sempre peça notas nas suas compras. Mas notas válidas. Faça contratos, junte conversas de emails, tire fotos do processo de entrega, montagem etc, consiga o máximo de provas possíveis sobre a sua transação. Assim se for necessário entrar na justiça, as coisas podem ser um pouco mais fáceis e você não irá ficar no prejuízo.

Nunca confie apenas em conversas de boca. Sempre tenha algo que comprove o que foi adquirido.

No caso das vendas online e também algumas empresas físicas, o grande conselho é verificar as avaliações em sites como o Reclame Aqui. Por lá você verifica quais são as atitudes das empresas mediante problemas, se a empresa é confiável, bem avaliada etc. Sempre faça uma boa pesquisa antes de fechar negócio. É claro que imprevistos podem acontecer, mas sempre procure os melhores profissionais.

Os sites oficiais do Procon e do Reclame Aqui são:

Conhece outro bom site de avaliação? Deixe seus comentários.

As maiores reclamações na Semana do Consumidor

É claro que nem tudo são flores, principalmente nestes períodos onde é comum promoções. Algumas opções desagradáveis começam a se espalhar pela internet, pelas lojas físicas e em diversos canais de vendas, onde o maior prejudicado é o consumidor que busca tranquilamente uma boa promoção.

E no período da Semana do Consumidor já existem algumas das principais reclamações, e este é um assunto que fazemos questão de abordar, trazendo benefícios para o consumidor, que pode evitar dores de cabeça, quanto para os vendedores que queiram oferecer um serviço sem os tais erros.

Entre as maiores reclamações da Semana do Consumidor estão:

  • Dificuldade na troca de produtos com defeitos ou por arrependimento
  • Aumento excessivo nos planos de saúde e contas do dia a dia
  • Cobranças indevidas principalmente em empresas de telefonia
  • Juros mirabolantes nos cartões de crédito, cheque especial e outros

A troca de produtos comprados pela internet nem sempre é fácil, principalmente produtos de promoções como as da Semana do Consumidor. Muitas empresas tratam com pouca importância a troca dos produtos por defeito de fabricação ou defeitos que ocorram durante a garantia, assim como o envio de um novo produto por ter sido trocado ou em caso de arrependimento. Destes o caso de arrependimento é o mais complicado, mesmo que esteja estipulado um prazo na cláusula. O que acontece é que muitas empresas querem vender e entregar os produtos sem qualquer contratempo, mas sabemos que as vezes isso pode acontecer. Pela lei, o fornecedor deve realizar as trocas, arcando com os valores de envio. Já no caso do arrependimento, o consumidor tem até sete dias para se arrepender da compra e realizar a devolução. Por isso, verifique muito bem a procedência de suas compras, leia o contrato de venda e também as avaliações em sites como o Reclame Aqui.

Agora um outro problema que está ligado ao consumidor, mas não tanto ao mundo online, mas que é alvo das grandes reclamações na Semana do Consumidor, aumento exagerado das tarifas de gás, luz, água e planos de saúde. Segundo o código de defesa, o aumento das tarifas (dos impostos não), podem ser reclamadas e registradas nos órgãos competentes, que irão analisar as planilhas e verificar se o aumento foi abusivo ou não. Já nos planos de saúde, aqueles que mais sofrem aumentos abusivos são os coletivos, normalmente vendidos para empresas e PJ. O interessante nestes casos é ler atentamente as cláusulas de contrato pois os índices não são controlados pela Agência Nacional de Saúde e só poderão ser revisados por uma ação judicial.

As famosas vendas casadas, pagamento de serviços sem autorização prévia ou que estejam ocultos é uma prática bem comum por empresas de TV por assinatura, internet e telefonia. Estes são os campeões de reclamações e com todo o direito. Caso ache algo errado em sua conta, o consumidor precisa recorrer ao Procon ou a Anatel.

E os juros abusivos? As empresas de crédito sempre buscam compensar os inadimplentes, mas em boa parte dos casos, os juros abusivos são os próprios culpados por elevar o índice de inadimplência. Os juros altos dos cartões de crédito e do cheque especial podem ser revisados judicialmente, desde que estejam com a razão. O julgamento será feito com base no Código de Defesa do Consumidor. Antes de contratar fazer qualquer tipo de operação é preciso que o consumidor verifique quais são as taxas praticadas pelo Banco Central, e avaliar se a instituição financeira está cobrando o juro médio do mercado, assim o consumidor opta por usufruir ou não dos créditos da instituição.

Tem mais alguma dúvida ou sugestão? Deixe seus comentários! Se este texto lhe foi útil nos ajude compartilhando-o.

Anterior Como comprar em liquidação - Dicas
Proximo Qual o aeroporto mais próximo do evento Lollapalooza BR

Sobre o autor

Wes
Wes 840 posts

Vencer sem lutar, é como triunfar sem glória.

Voce tambem podera gostar de:

Internet 0 Comentarios

Como usar o Google Spaces – App de compartilhamento

Está chegando para Android e iOS um ótimo aplicativo de compartilhamento em grupo da Google, que se chamará Spaces, onde será possível espalhar arquivos, sem que haja a necessidade de… Leia mais

Internet 0 Comentarios

Como fazer para consultar o PIS pelo CPF online

Você sabia que é possível consultar o número do PIS através do número do seu CPF? No site meu.inss.gov.br é possível saber exatamente o número do PIS apenas realizando o… Leia mais

Internet 43 Comentarios

Meu Waze não funciona – Perguntas frequentes – O que é?

O Waze é hoje o GPS mais popular entre os usuários de Smartphones, pois além de informar o caminho para o seu destino, ainda é uma rede social, onde você… Leia mais

Internet 0 Comentarios

Como postar no Instagram nos formatos vertical e horizontal

O Instagram é uma das mais importantes ferramentas de compartilhamento de imagens da atualidade. Comprado pelo Facebook, o APP está presente em boa parte dos smartphones do Brasil e do… Leia mais

Internet 3 Comentarios

Code Hunt: Aprenda programação Java e C# de graça jogando!

A empresa Microsoft acaba de lançar um jogo chamado Code Hunt, do qual pretende ensinar programação Java e C# de graça. O objetivo principal do game é ensinar o jogador… Leia mais

Internet 0 Comentarios

Como baixar um tema instalado no wordpress

A plataforma WordPress se divide em duas categorias, a gratuita no qual fica através do domínio WordPress.com com recursos limitados, onde oferece ações semelhantes ao Blogger e ao Tumbler. E… Leia mais

Seja o primeiro a comentar

Escreva uma resposta